Oportunidades e Financiamentos

Prêmio “Carolina Bori Ciência & Mulher” recebe inscrições até 26 de outubro

Esta 4ª edição se dirige às “Meninas Cientistas”, estudantes do Ensino Médio e da Graduação.

Ao todo serão seis premiadas: três do ensino médio e três da graduação, de cada uma das três grandes áreas do conhecimento: Humanidades; Biológicas e Saúde; e Engenharias, Exatas e Ciências da Terra. Elas serão avaliadas pela criatividade e boa aplicação do método científico em projetos de iniciação científica, bem como o potencial de contribuição com a ciência no futuro. Também serão consideradas estudantes com desempenho destacado em atividades científicas como feiras, olimpíadas científicas e atividades similares.

Para inscrição, as candidatas deverão enviar os seguintes documentos (em PDF) para e-mail prp@unicamp.br até o dia 26 de outubro:

  • Documento constando nome, categoria (ensino médio ou graduação), curso/unidade, área do conhecimento (apenas para a categoria graduação, indicar 1) Humanidades, 2) Biológicas e Saúde ou 3) Engenharias, Exatas e Ciências da Terra, e-mail e telefone;
  • Mini-biografia atualizada (com até 500 caracteres, com espaço);
  • Currículo atualizado na Plataforma Lattes;
  • Carta de recomendação fundamentada em evidências (até 2.000 caracteres, com espaço) que justifiquem o prêmio, elaborada por um professor da candidata.
  • Projeto/atividade científica realizada (até 3 laudas), explicando a importância do projeto/atividade, seu desenvolvimento, os objetivos atingidos e sua relevância. A documentação deverá enfatizar o que foi realizado pela própria estudante, identificando as atividades realizadas com ajuda do(a) professor(a) orientador(a).
  • No caso de candidatura por desempenho destacado em atividades científicas (feiras, olimpíadas científicas, divulgação científica, etc.) enviar a documentação comprovando a participação e o desempenho na referida atividade.

Edital completo e mais informações: Prêmio Carolina Bori Ciência&Mulher

Homenagem às cientistas brasileiras

A SBPC criou a premiação em 2019, como parte das comemorações dos 70 anos de sua fundação, com o objetivo de homenagear as cientistas brasileiras e incentivar as meninas a seguirem nessa carreira. Ao lançar o prêmio, a SBPC  que já teve três mulheres na presidência e muitas mulheres cientistas protagonistas nessas sete décadas de lutas em defesa da ciência brasileira, se compromete a reconhecer, valorizar e estimular a liderança de mulheres na ciência brasileira. 

Carolina Bori foi a primeira cientista mulher a presidir a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, entre 1986 e 1989. Sua atuação na SBPC começou em 1969, como membro do Conselho. Lutou por políticas e por investimentos em desenvolvimento científico durante um dos períodos mais difíceis do País: a ditadura militar, seguida da redemocratização. Durante seu mandato, também promoveu a divulgação e popularização da ciência por meio de programas de rádio e conferências, para “diminuir a distância entre o conhecimento gerado na academia e o que chega à população”. Bori faleceu em 2004, mas deixou um enorme legado para a SBPC e para a ciência brasileira.